Despedida e reflexão

Hoje, dia 9 de agosto, a trainee e amiga Vivian decidiu tomar outros rumos e deixou o programa de trainees. Como o grupo é visto e acompanhado com muita atenção dentro do Sebrae, logo a notícia se espalhou.

Ouviu-se comentários como “ela não aguentou o ritmo da organização”. Bem, Foucault dizia que o poder é exercido de baixo para cima e de cima para baixo.

Vivian usou o poder que tinha para se desligar do programa e buscar novos rumos. A decisão dela para alguns pode significar que o processo realmente pretende selecionar os melhores, para outros pode significar que o processo não é tão irresístivel.

Eu adoro a missão do Sebrae e tenho muita vontade de trabalhar na organização e, como disse uma grande apoiadora, passar a vida toda no Sebrae.

Contudo, vale a reflexão. Vivian é uma economista excelente, que expressa com clareza suas idéias. Com certeza terá sucesso aonde for! Será que o processo não estaria demasiadamente rígido e com excesso de atividades? Será que é justo encarregar trabalhadores a fazer trabalho fora do horário de trabalho? Por que as atividades “extracurriculares” não constam no contrato de trabalho e mesmo assim os trainees são avaliados por seu cumprimento?

O Sebrae é sim uma excelente instituição, que permite muitas possibilidades ao seu corpo funcional. Porém, eu acredito que toda instituição deve fazer uma reflexão no momento em que um empregado deixa a casa.

Sucesso, Vivian!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s