Porque usar software livre

Software livre pode ser uma opção boa e barata

Software livre, segundo a definição criada pela Free Software Foundation é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído sem restrições.

Há uma divisão entre software livre, com código fonte aberto, e software proprietário, com código fonte fechado. Defendo aqui o primeiro em detrimento do segundo.

Existem algumas desvantagens em usar software livre, uma delas é o processo de adaptação dos usuários, que estão acostumados a usar o software proprietário.

Contudo, posso citar uma série de vantagens que torna o software livre a melhor opção para qualquer empresa. Primeiro, é mais barato, tanto na aquisição, quanto na manutenção e no aprimoramento.

Segundo, evolui com maior rapidez. Um software da Microsoft, que tem seu código fonte fechado, só pode ser melhorado pela equipe da própria Microsoft, enquanto o software livre, por ter o código fonte aberto, pode ser melhorado por qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo.

Dessa forma, se um indiano produzir uma versão mais atualizada do Linux, por exemplo, ela estará disponível para  qualquer empresa usar, sem ter que pagar por isso.

Mais, o software livre pode ser adaptado às características da empresa. Os programadores de qualquer instituição podem trabalhar para customizá-lo. No caso de um software proprietário, essa ação é muito mais complicada.

Em suma, o software livre é atualmente a via da economicidade para qualquer empresa. O Sebrae deve seguir o caminho e passar a utilizá-lo. Para as MPE, é um caminho para ter software de boa qualidade, sem altos custos!

A tendência de abertura criada pelos softwares livres é tão forte que até mesmo gigantes como a Microsoft estão começando a abir parte dos códigos de seus softwares.

Adendo

Abro espaço aqui para a observação muito pertinaz do leitor Alexandre Calvalcanti sobre os softwares livres: “Um ponto que acho interessante adicionar a discussão, é que mesmo no software livre, ou melhor, no software de código aberto (open source) existem softwares gratuitos e softwares comerciais, com custo.

Em ambos os casos, no sistema de código aberto, normalmente o licenciamento é bem vantajoso e abre algumas possibilidades interessantes na possibilidade de customização do software de acordo com necessidades particulares de um cliente”.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Porque usar software livre

  1. Pedro, não só retribuindo a sua visita, também queria manifestar o meu voto a favor dos softwares livres!
    Assim como o argumento que muitos de nós utilizamos para defender o acesso livre aos nossos blogs, a internet é feita de compartilhamentos e trocas entre os internautas! Isso contribui com um ambiente cada vez mais rico e em constante melhoria!
    Fazer com que as pessoas paguem para ter acesso a esses serviços é negar informação a elas – quantas bandas ficaram conhecidas pelo compartilhamento online de suas músicas e ganharam shows com ingressos esgotados?

    • Camilinha, concordo plenamente com você! Não há sentido em haver restrições em plena época da web 2.0! Estamos na era da co-criação e não do controle da informação! Muito obrigado pela visita! Volte sempre =)

  2. Pedro, seu post é bem elucidativo.
    Eu sou adepta do software livre, utilizo o sistema operacional UBUNTU em meu notebook… Conheço pessoas que fazem seu próprio sistema operacional e ficam horas compilando e recompilando … aqueles nerds…

    Acredito que as pessoas ligam o fato de se utilizar um SO livre ao fato de ser especialista da área. Isso é um problema, pois se analisarmos podemos notar que os sistemas operacoinais linux podem ser muito mais fáceis que o tal do Windows, veja só, para instalar algo no Ubuntu são só 3 passos e no windows, pesquisa, baixa, next, next, next, next, …., finish, testa … Ih não presta… faz tudo de novo…

    Temos também a questão do costume, do comodismo, aprender a usar um SO ou um programa novo dá um tabalhinho intelectual, e muitas vezes nem nós, grandes executivos do SEBRAE 😉 , não temos tempo para tal.

    Então, o conhecimento operacional pode ser muito valioso e relevante não é 😉 não concordo muito com as pessoas que colocam o conhecimento operacional na base da pirâmide….

    Abraços

    • Lo, muito obrigado pelo comentário! Eu concordo com você. O operacional deveria ser mais valorizado, e exatamente por estar na base da pirâmide. Se a base for melhorada, a reação será em cadeia e ocorrerá uma melhiora completa em todo sisitema!

      Volte sempre! Você será sempre muito bem vinda!

  3. Sou mais um que apoia o software livre. Usei por muito tempo o Ubuntu, que recomendo.

    Acho que a principal vantagem do software de código aberto é sua flexibilidade, pois, como você mesmo falou, pode ser adaptado muito mais facilmente por algum programador. Com isso, as empresas podem fazer, a baixo custo, aplicativos muito melhor adaptados às suas necessidades. Fora isso, com o software livre você (normalmente) não fica escravo de uma licença que tem que ser renovada periodicamente a preços elevadíssimos.

    O Sebrae poderia aproveitar essa mudança de sede para mudar o sistema operacional de suas máquinas, hm? : )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s