Erros de português X credibilidade

Antes de ir ao assunto deste post, esclareço que quando falo em erro, refiro-me à inadequação a uma norma lingüística tida como padrão. Feito o aparte, vamos aos fatos que me motivaram a abordar esse assunto.

O primeiro deles foi uma matéria publicada na revista Língua Portuguesa, que explica como os erros de português cometidos podem afetar sua credibilidade. Com a popularização do uso da internet, as pessoas estão escrevendo cada vez mais. Muitas vezes temos contatos com pessoas apenas por e-mail. Dessa forma, a única impressão que o seu destinatário terá de você será obtida do seu estilo de escrita e principalmente da sua observação às normas da língua escrita.

O segundo fato que me levou a este tema foi uma experiência ruim que tive ao escrever um memorando. Eu usei como base para escrever esse documento, um outro. Porém, não notei que o documento base havia sido escrito por uma mulher. Resultado: todas as palavras do memorando estavam no feminino, o que implicou erros esdrúxulos como “funcionária Pedro Valadares”. Para meu interlocutor, eu passei uma imagem de desleixo e desatenção.

Outros equívocos podem também indicar falta de conhecimento da língua, o que pode ser fatal para a imagem da sua empresa. Por exemplo, confundir o sentido de “ir ao encontro de” e “ir de encontro a”. O primeiro significa “estar de acordo” e o segundo “ir contra”.

Um dos erros mais recorrente e também mais grave é a falta de concordância verbal. Aponto aqui alguns dos casos mais freqüentes:

– O verbo haver no sentido de “existir” é invariável. Então, diz-se “havia muitos assuntos para serem discutidos” e não “haviam muitos assuntos para serem discutidos”;

– O verbo existir, entretanto, não é invariável e conjuga normalmente. Então, diz-se “existiam muitos assuntos para serem debatidos”;

– O verbo fazer quando indica tempo decorrido também é invariável o certo então é “faz dez anos” e não “fazem dez anos”;

– O verbo implicar não aceita preposição. Logo, o certo é “Compras implicam aumento de gasto” e não “implicam em aumento de gasto”.

Em suma, você é o que você escreve, principalmente se o interlocutor for desconhecido.

Anúncios

Um pensamento sobre “Erros de português X credibilidade

  1. Pingback: Traineesebrae's Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s