II Fórum Banco Central de Inclusão Financeira – dia 3 – Abertura

No último dia de Fórum, o debate foi centrado nos pontos principais levantados nos outros painéis, que poderão compor uma agenda adequada para a inclusão financeira. O debate final foi dividido em três painéis.

A abertura do terceiro dia foi feita com a palestra de Rául Hernandez-Coss, diretor geral para acesso a serviços financeiros da Comisión Nacional Bancaria y de Valores do México.

Hernandez-Coss afirmou que não existe em nível internacional uma definição unificada de inclusão financeira. “O que me parece bom, pois cada país pode ter a sua. O importante é que essas definições tenham pontos em comuns”, opinou.

Segundo o executivo, as principais barreiras de acesso aos serviços microfinanceiros no México são: falta de competências, falta de informação e falta de produtos específicos. Hernandez-Coss defendeu que todos os bancos públicos tenham uma unidade dedicada à inclusão financeira, para garantir a continuação dos trabalhos em períodos críticos. “Em épocas de crise, a inclusão financeira passa para o fim da pauta de prioridades”, disse.

Ele explicou que a atuação da Comisión está baseada em quadro diretrizes: alinhamento de conceitos, pesquisa, conhecimento dos modelos de negócio existentes e regulamentação. Hernadez-Coss também fez questão de distinguir inclusão financeira de bancarização. “Os bancos são importantes, mas são apenas um dos entes do sistema financeiro”, esclareceu.

O diretor falou que, assim como o Brasil, o México possui realidades diversas, a região Norte é mais avançada, a Sul mais atrasada e o Centro é uma mescla. Por conta dessa diversidade, ele ressaltou que os serviços financeiros devem se adequar às realidades locais e que não há como desenvolver um modelo único que atenda a todos.

Por fim, Hernandez-Coss destacou a importância do desenvolvimento do móbile payment na inclusão financeira no México, que atualmente possui 77% de penetração da telefonia celular . “Se assumirmos que cada pessoa com um celular o converter em uma conta móvel, teremos um incremento substancial na inclusão”, projetou. Para isso, ele destacou que há um trabalho para criação de contas correntes simplificadas de baixa captação.

Texto Pedro Valadares

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s