Desenvolvimento exige superação do “complexo de vira-latas”

“Por ‘complexo de vira-latas’ entendo eu a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo”. (Nelson Rodrigues)

Não basta crescer, tem que acreditar

Muito se diz sobre a ascensão do Brasil e seu ganho de visibilidade mundial. Para se tornar um país desenvolvido e deixar de vez o grupo dos em desenvolvimentos, não basta erradicar a pobreza, melhorar a educação e a infraestrutura. Também é preciso que o brasileiro passe a se sentir um habitante de país desenvolvido.

Essa classificação tem um lado econômico, mas há um lado ideológico que a sustenta. Quantas vezes países do grupo dos desenvolvidos bloquearam o Brasil com a desculpa de que somos um país em desenvolvimento? Isso acontece pela força política de nações poderosas, mas também por uma espécie de “submissão” do Brasil.

Um exemplo prático dessa situação aconteceu nesta última semana. Na sexta-feira, os principais portais noticiosos do país deram destaque a uma declaração do diretor americano Wood Allen dizendo que entre seus autores favoritos estava Machado de Assis.

Será que se o cineasta americano tivesse dado a mesma declaração a respeito de Miguel de Cervantes, os jornais espanhóis dariam tanto destaque? Da maneira como o fato foi alardeado, ficou parecendo que Machado de Assis só passou a ser um grande escritor após Allen chancelar tal posição.

A notícia se espalhou rapidamente pelas redes sociais em um misto de comemoração e de surpresa. É claro que Wood Allen é um grande intelectual, um profissional de primeira linha e é significativo que Machado de Assis faça parte de sua formação. Contudo, uma das características de países ditos desenvolvidos é autorreferenciação e a naturalidade com que consideram que sua cultura é de domínio global.

A sociedade brasileira vem ganhando muito em autoestima nos últimos anos, porém esse processo deve ser intensificado para que o crescimento do país tenha uma forte sustentação ideológica também. Ser desenvolvido passa por sentir-se desenvolvido também!

PS.: O termo “complexo de vira-latas” foi cunhado pelo cronista Nelson Rodrigues, em texto com o mesmo título.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Desenvolvimento exige superação do “complexo de vira-latas”

  1. É verdade. Autoestima de brasileiro é futebol. hehe

    Nem soube disso do Woody Allen. Gostei!

    Valeu, Pedrão. Continue escrevendo!

    PS: Ainda não encontrei um livro melhor do que Dom Casmurro. Memórias Póstumas eu tô guardando, igual a uma criancinha que guarda um doce pra depois do jantar. hehe

    • Grande Lucas!!! Pô, valeuzão pela visita! Realmente, Dom Casmuro é muito fera! E Capitu foi a melhor releitura de uma obra que eu já vi! Acrescenta perspectiva ao livro! Continue visitando! Sua visita é sempre bem vinda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s