Ronaldo e Palocci – a hora certa de parar

Este 7 de julho de 2011 será uma data lembrada por muito tempo. Não é sempre que no mesmo dia um ministro da Casa Civil pede demissão e o maior artilheiro da história das Copas do Mundo se despede da seleção.

Sem fazer juízos políticos, os dois personagens principais se assemelham por uma questão: parecem ter escolhido mal a hora de parar. No Brasil, atletas e políticos são figuras que atraem muita atenção. Quando estamos falando de um ex-ministro da fazenda e ex-ocupante da Casa Civil, essa exposição é ainda maior. Imagine então quando falamos de um jogador eleito três vezes o melhor do mundo no país do futebol?

Tanto Palocci como Ronaldo parecem ter passado do ponto certo de se aposentar. Ambos acabaram de certa forma prejudicando um pouco suas equipes. O Fenômeno contribuiu para a derrota corintiana na Libertadores e Palocci deu subsídios para que fisiologistas constrangessem o Governo.

Porém, é inegável que tanto o Corinthians, quanto o PT se beneficiaram da popularidade e do carisma dos dois recém aposentados. Outro ponto em comum e que, aparentemente, os dois se dedicarão a carreiras empresariais.

A comparação, no entanto, para por aqui. Pois, enquanto Ronaldo se despediu com festa no Pacaembu, Palocci saiu à francesa. Em um caso tivemos uma despedida, em outro um pedido de  demissão.No entanto, ambos já marcaram a história do país, cada a sua maneira.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Ronaldo e Palocci – a hora certa de parar

    • Fala, meu velho!

      Obrigado pela visita!

      Concordo que o carsima dos dois é diferente. Porém, Palocci tem um carisma com um determinado grupo, que gostava de fazer alarde por qualquer coisa. E não se pode negar que ele era o tal “homem dos mercados”.

  1. Vá-lá-dares!!!

    Boa comparação! Gol de placa pra vc mais uma vez…. Acho q a nação do futebol é sempre mto injusta com os fenômenos… qdo estão dando alegria: aplausos. Qdo estão em fim de carreira, machucados (pelo proprio amor ao esporte), gordos, enfim… qdo são gente-como-a-gente: vaia.
    E o povo falha também com os políticos… erram feio pra escolher, e pior, ESQUECEM o passado negro dessas figuras que roubam, aprontam e voltam .Pra que? pra roubar mais um pouquinho e ainda por cima, saem à francesa e se infiltram em cargos de menor “relevancia pública” pra continuar roubando…. triste realidade. Acorda Brasil… o povo precisa de mais inteligencia: emocional – pra respeitar melhor seus idolos; e politica – pra saber dizer não na hora certa!

  2. Angel, obrigado pela visita! É sempre uma honra! Realmente, faslta sensibiliddade a nós brasileiros para reconhecermos nossos ídolos e escolhermos nossos governantes. Mas isso só o tempo e a reflexão podem curar. A sociedade amadurece em um ritmo mais lento do que muitos gostariam. Mas é certo que ela sempre evolui!

    beijos!

  3. Até aprecio sua tentativa de comparação, mas se eu fosse Ronaldo ficaria muito ofendido por ser posto ao lado de um bandido da pior espécie que é esse palocci (assim, com letra minúscula. É o que merece).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s