Um desabafo e uma esperança

Há momentos que o universo abre portas para grandes mudanças. Quando leio que agentes da Polícia Federal entraram no Ministério do Turismo para prender pessoas por mau uso de dinheiro público, sinto que é agora ou nunca. O nível de revolta e vontade de mudança parece transbordar.

Porém, não se pode esquecer que um presidente do Supremo Tribunal Federal, certa vez, acusou agentes de fazerem escutas ilegais em seu gabinete e nunca provou nada. A denúncia, no entanto, serviu para manchar a imagem da PF e atravancar investigações que prometiam entregar algo grande, como aconteceu hoje no Turismo.

Grandes viradas são processos complexo. Muitas vezes figuras poderosas utilizam de artifícios retóricos para interditar as mudanças. A presidenta Dilma e os órgãos fiscalizatórios e de repressão à corrupção tem a chance de fazer o poder público efetivamente trabalhar para a sociedade, livrando-o de interesses pessoais e partidários.

A presidenta não deve temer um impeachment. O Congresso atualmente sofre com a baixa credibilidade junto à sociedade. O população não vai cair na lábia de chantagista golpista que queiram fazer demonstração de coronelismo.

Não nos enganemos. Políticos fisiológicos podem ser capaz de uma impensável união e organização para tentar manter-se no poder. É preciso que a sociedade se mantenha engajada e pressione os parlamentares. É hora de mostrar que representantes do povo devem antes de tudo respeitá-lo.

Anúncios

7 pensamentos sobre “Um desabafo e uma esperança

  1. Orgulho desse minino! Ótimo texto. Que essa onda chegue logo que eu não aguento mais essas notícías na TV. Utilizando das palavras que Alexandre Garcia disse hoje de manhã: A cota de escândalos está ficando maior do que o imposto cobrado da população.

    • Pauludo, você foi ao ponto da questão: a cota de escândalos está passando dos limites. Porém, estou otimista com o desenrolar dessas operações da PF no Ministério do Turismo. Acho que essas medidas vão mudar a forma de pensar política aos poucos.

      Abraço e volte sempre!

      • Ps: escândalos não deveriam nem ter esse papo de limite. Um evento “raro” que começa a acontecer muitas vezes, se torna uma pŕatica, não mais um acontecimento do acaso.

        Acrescento ainda que quando a “falcatrua”,o “esquema” num dá certo, a mídia anuncia como escândalo pra num pegar mal e parecer um evento único.Quando tudo dá certo….ninguém fica sabendo.
        Logo concluo que o arco-íris, a aurora boreal também seriam um escândalo, so que por outra ótica…

  2. Pedro, sinceramente, não sou tão otimista assim. Acredito que os escândalos que vem à tona, são totalmente manipulados, articulados e com objetivos próprios (escusos, óbvio). Tudo é política e uma maneira que os agentes públicos encontram de manipular a opinião pública. Um jogo sem-vergonha de faz-de-conta-que-a-gente-tá-vendo!
    Queria ter mais esperança, mas não dá pra confiar nem qdo político diz q descobriu escândalo! :((

    • Angel, obrigado pelo comentário sempre muito inteligente. Vejo os casos de corrupção de formas diferentes. No caso do Ministério dos Transportes, concordo com você. Acho que é um presente pra mídia. Já no caso do Turismo, até pela investigação ter partido da Polícia Federal, uma instituição supostamente apartidária, acredito que é um sinal de combate à impunidade. Porém, hoje já vimos gente chiando e tentando tirar a legitimidade da operação… Como eu disse, processo de mudança é muito complexo e é preciso pressionar os governantes.

      Abraços e muito obrigado pela visita! Volte sempre, você é sempre bem vinda!

  3. Pedro, vejo essa realidade sobre outro ângulo, temos no país uma oposição poderosíssima, que tem o poder econômico como senhor e a mídia como aliada. São esses os antagonistas da cena política. Usa-se a mídia para tentar açular o povo contra um governo que pela primeira vez na história não é a menina dos olhos do poder econômico, apesar de seus representantes lucrarem como nunca.
    Para uma oposição que há muito não consegue se entender com as urnas, só lhe resta tentar o golpe midiático já que não existe contexto para o militar.
    Infelizmente vivemos uma realidade em que a corrupção, está impregnada em todo tecido social, principalmente na classe política e nesta, naqueles que lá chegaram através de eleições proporcionais, onde a regra é entrar sem ser muito percebido. A maioria entra pra se servir do povo e não o contrário, fazendo o executivo refém de uma camarilha, onde toda sorte de espertalhões transformam o governar num balcão de negócios e o fisiologismo graça como erva daninha.
    Nesse contexto, fica fácil para uma oposição, que sempre tratou esse país como uma propriedade particular dos ricos, profundamente conhecedora daquilo que hoje ela aponta o dedo, encontrar combustível para atear fogo, quando em um tempo não muito remoto, ela e seus aliados empunhavam mangueiras para apagar e limpar os vestígios de falcatruas muito piores. É preciso criar um escândalo por dia e rápido porque no horizonte existe uma pedreira chamada Lula… Como bem disse um ressentido Cláudio Lembo DEM-SP, quando teve que administrar um levante do PCC, nossa elite é branca, cruel e perversa. Devassa, escarafuncha as entranhas do poder em busca de uma arma letal que arranque da casa grande um governo que se preocupa com a senzala.
    Acho que o caminho em que trafegamos não é o ideal, mas é o melhor que se pavimentou até agora.

    • Ana, antes de tudo, muito obrigado pela visita! Para mim, a melhor parte deste blog são os comentários dos visitantes. As contribuições sempre trazem várias perspectivas para o assunto, que ajudam a aprofundar a discussão.
      Não creio que os casos de corrupção tenham alguma origem partidária. Acho que é algo sistêmico. Mas concordo com você. Existe sim uma parcela da oposição que não sabe como se virar fora do poder e fica com discurso vazio, alimentando ressentimentos.

      Abraços e volte sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s