E-commerce e site da empresa não são a mesma coisa!

Depois de alguns dias de ausência, retorno aqui três dias antes do prazo combinado, para falar um pouco sobre comércio virtual.

A internet possibilita diversos novos campos para comercialização de produtos e serviços. Essa facilidade possibilita, por exemplo, a abertura de lojas virtuais. Dessa forma, a loja pode alcançar uma gama maior de clientes e economizar parte dos gastos que teria com a estrutura física.

No entanto, algumas empresas se esquecem que as facilidades da loja online só se efetivam com outras medidas como uma forma de pagamento segura e facilitada. Muitos clientes acabam desistindo de realizar suas compras, porque o site não apresenta um sistema de pagamento prático e que passe credibilidade.

Assim, muitos empresários deixam de aproveitar as vantagens de estar na rede e acabam perdendo tempo e dinheiro sem verem suas vendas aumentarem. E-commerce não é a mesma coisa que site na internet. Fique atento para não pagar mico.

Para saber mais sobre como abrir um e-commerce ou comércio virtual, leia a cartilha desenvolvida pela Loreane Brandizzi.

PS.: A periodicidade aqui do blog deve ficar um pouco confusa até o fim deste mês. Mas, por favor, continuem aparecendo por aqui. Sua presença é sempre muito bem vinda!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s