O empreendedor acredita de verdade no país

O Brasil é um país estranho. Aqui temos uma legião de fãs de chefes políticos. Outro dia o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso teve um embate com Dilma Rousseff e um monte de gente se mobilizou na internet para defender cada lado. Nas eleições desse ano só se fala do poder e do carisma do presidente Lula, que pode ajudar os candidatos do seu partido.

Contudo, se pararmos para pensar, um político, principalmente um presidente da república, ao contrário de todos os brasileiros, não trabalha com a escassez. Ele conta com uma fonte de financiamento constante, que são os tributos cobrados todo mês dos cidadãos. Além disso, ele é eleito exatamente para fazer o melhor uso dessa verba. Logo, não deveria ser objeto de exaltação.

Enquanto isso, os empreendedores são relegados a um papel secundário. E quando digo empreendedores, não me refiro a Eike Batista ou Abílio Diniz. Esses e alguns poucos outros grandes também contam com fácil acesso a linhas de crédito subsidiada, que são custeada com o dinheiro que deveria ir para os serviços públicos.

Os admiráveis mesmo são os empresários de micro e pequenos negócios, que fornecem bens e serviços em lugares longínquos. Em várias pequenas cidades do interior, quem mais acredita na economia local são os empresários, não os políticos. Quem realmente quer oferecer algo para os concidadãos não é o prefeito, é o dono da venda da esquina, o padeiro, o lojista.

Tive oportunidade de visitar municípios que compõem os territórios da cidadania, regiões caracterizadas pelo baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Nesses locais, há muitos prefeitos que não investem na cidade, apesar de terem dinheiro disponível para isso. Aliás, há muitos que nem moram no município que “administram”, ou seja, não creem em um futuro melhor e não enxergam perspectivas.

Contudo, em todos os locais que visitei, SEMPRE havia empreendedores que, independente de viverem em um contexto mais pobre, investem em seus negócios e apostam na melhora da cidade.

Então, da próxima vez que você for idolatrar um político, lembre que eles, na maioria das vezes, faça chuva ou faça sol, terão recurso garantido por lei. Já o empresário de micro e pequeno negócio, não. Sua atividade é fruto de persistência, dedicação e fé no futuro. Ou seja, digno de toda admiração do mundo!

Assista abaixo um vídeo que mostra o poder transformador do empreendedor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s